Obter sucesso de vendas em uma empresa e conquistar posições significativas no mercado é o pote de ouro em que todo empreendedor deseja galgar um dia.

Sabemos que o serviço de um cliente dispõe de várias etapas de execução juntamente com a fidelidade no prazo de entrega, cada setor com a sua importância permeia as fases de elaboração de um projeto. Mas existe um ponto de partida que singelamente tem responsabilidade e importância de peso na entrada de serviços em uma empresa.
Sim, é ele, o Vendedor!

Ele, com inúmeras funções dentre vender, é a porta de entrada, o cartão de visita daquela empresa diante do seu cliente. É através dele que o cliente diagnostica a idoneidade e qualidade da organização em que ele representa. Suas características precisam exalar os princípios daquela instituição que ele carrega no peito. Muitas vezes um vendedor faz papel de psicólogo, amigo, pois além de levar informação e persuasão, ele também é um ouvinte, que escuta as dificuldades do seu cliente no seu negócio, que discorre em conversas amistosas para deixar o ambiente mais leve e o diálogo menos formal, atuando de forma personalizada com cada cliente.

E o cliente por sua vez, o receptor de informações, compra a sua ideia ou conceito, se este lhe for devidamente apresentado, cativado e “encantado”. Encantado, porque o vendedor, tem além de tudo, o poder da persuasão e convencimento de que aquilo em que foi apresentado ao seu cliente, deve ser acreditado. E após o fechamento desse negócio, cria-se um vínculo, ou podemos dizer, o cordão umbilical entre o cliente e a empresa.

Cada peça de xadrez possui a sua utilidade, como cada membro de uma empresa. Porém, um vendedor que muitas vezes pela sua discrição, passa despercebido aos olhos dos demais, pertence a uma magnânima força dentro de um negócio fechado e posteriormente do serviço efetuado, que merece ser estimado com todas as honras,  em um local de trabalho.

Quer saber mais sobre nosso trabalho? Acesse nossas redes sociais e fique por dentro do nosso portfólio.